COENZIMA Q10 - UBIQUINONA 100mg

COENZIMA Q10 - UBIQUINONA 100mg

Preço normal
R$ 69,00
Preço normal
Preço promocional
R$ 69,00
Preço unitário
por 
Disponibilidade
Esgotado
Frete calculado no checkout.

 INDICAÇÃO:  

  • Doenças cardiovasculares como insuficiência cardíaca, insuficiência coronariana; 
  • Hipertensão arterial;  
  • Prolapso da válvula mitral;  
  • Síndrome da isquemia reperfusão;  
  • Estenose aórtica; 
  • Doenças periodontais;  
  • Deficiências imunológicas;  
  • Doenças neuromusculares;  
  • Doenças pulmonares crônicas;  
  • Tratamentos ortomoleculares como antioxidante e suplemento nutricional (já que com a idade diminui a sua concentração no organismo);  
  • Indicada no tratamento de doenças degenerativas, cerebrovasculares.   

 COMO USAR:  

  •  As doses recomendadas variam de 10mga 200 mg ao dia, fracionadas ou não, de acordo com a gravidade da patologia.  

 
COMPOSIÇÃO:  

  •  Cada cápsula contém100mg de Coenzima Q10. 

 VALIDADE:  

 4 MESES 

  
SAIBA MAIS:  

O QUE É? PARA O QUE SERVE?  
 

A coenzima Q10 é uma molécula lipossolúvel, componente essencial da maioria dos sistemas vivos e parte integrante das mitocôndrias das células, onde desempenha um papel significante na produção de energia e transporte de elétrons, mais especificamente na oxidação do succinato ou NADH (nicotina adenosina dinucleotídio reduzido) via sistema citocromo, durante a fosforilação oxidativa no músculo cardíaco. É sintetizada endogenamente e naturalmente encontrada em alimentos como a carne vermelha, peixes, cereais, brócolis e espinafre. É comercializada como suplemento alimentar e utilizada em formulações cosméticas. Localiza-se na membrana de organelas celulares como retículos endoplasmático, vesículas e membrana interna da mitocôndria, onde atua como cofator essencial na cadeia respiratória. Apresenta propriedades antioxidantes e potencial no tratamento de doenças neurodegenerativas e neuromusculares. O interesse pela Coenzima Q10 tem aumentado nos últimos anos, principalmente devido a capacidade de transferir elétrons e atuar como antioxidante. Na sua forma reduzida, previne os danos oxidativos causados pelos radicais livres, incluindo a oxidação de lipídeos na membrana mitocondrial. Sua atuação como antioxidante também ocorre por meio da ativação e aumento da expressão de proteínas mitocondriais desacopladas, um efeito apoptótico que resulta na redução de geração de radicais livres. A Coenzima Q10 tem grande importância no tratamento de desordens mitocondriais e neuromusculares, bem como doenças neurodegenerativas. Os estudos clínicos utilizando esse princípio ativo na neuroproteção vem apresentando resultados promissores para as doenças de Huntington, Alzheimer, Parkinson, ataxia de Friedreich, paralisia supranuclear progressiva e esclerose lateral amiotrófica. Além de sua utilização em doenças neurodegenerativas, a coenzima Q10 é também utilizada no tratamento de doenças cardíacas como arteriosclerose, isquemia, insuficiência cardíaca crônica, (sistólica e diastólica), hipertensão, arritmias e doenças de Meniere. Outras aplicações incluem: sua eficácia no tratamento e melhoria da qualidade do sêmen de homens com infertilidade idiopática, crianças com Síndrome de Down na tentativa de minimizar o desequilíbrio oxidativo encontrado nesses casos, pacientes com câncer de mama e mais recentemente, a sua utilização no tratamento de enxaqueca. O processo de envelhecimento é influenciado pela coenzima Q10, pois tendo a propriedade de atuar como pró-oxidante e oxidante sugere que ela possa modular o estado redox da célula sob condições fisiológicas e patológicas, e desta forma, poderia desempenhar um papel no processo de envelhecimento. Sabe-se que, em relação ao sistema imunológico, a coenzima Q10 produz aumento de IgG, aumento do número de linfócitos e da atividade fagocítica dos neutrófilos. Além disso, é conhecida a propriedade da coenzima Q10 de diminuir a viscosidade sanguínea e aumentar a atividade contrátil do miocárdio. 

 

Considerações adicionais e potenciais efeitos colaterais. 

 Raramente, pacientes mais sensíveis podem apresentar queixas de desconforto epigástrico, náuseas, perda de apetite e diarreia. 

 

Interações. 

 Não há nenhuma interação documentada com coenzima Q10. Contudo, na teoria, certos hipoglicemiantes orais podem inibir a coenzima Q10. 

 

_______________________________________________________________ 

 

ADVERTÊNCIAS: 

1.“Este produto não substitui uma alimentação equilibrada e seu consumo deve ser orientado por nutricionista ou médico”                                                                                                           2. ''Se persistirem os sintomas, o médico deve ser consultado”. 
3. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto. 
4. Imagens meramente ilustrativas. 
5. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico. 
6. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. 
7. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem. 
8. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças. 
9. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. 
10. Este medicamento não deve ser utilizado durante o período de amamentação sem orientação médica. 
11. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica. 
12. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado. 

______________________________________________________________ 

- Não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um especialista; 

 

As indicações dos produtos são baseadas em estudos de comprovação dos seus resultados realizados pelo fabricante do insumo. No entanto, fatores como a resposta de cada organismo ao produto, a correta utilização do produto, alimentação, prática de atividade física e até mesmo fatores genéticos, podem influenciar nos resultados. Sendo assim, os resultados podem não ser iguais para todas as pessoas. 

 http://levviale.ind.br/wp-content/uploads/2018/10/Coenzima-Q10.pdf